Sinais de Autismo em Bebês

Oi Gurias,

Hoje o assunto é sério, no último sábado foi o Dia de Conscientização do Autismo. Atualmente se fala do Transtorno do Espectro Autista (TEA), que engloba diferentes síndromes marcadas por perturbações do desenvolvimento neurológico.As principais características do TEA são distúrbios de comunicação, interação social e comportamental.

bancodasaude.com

Fonte: bancodasaude.com

Nos artigos encontrados sobre o assunto, uma opinião é unânime: quanto mais cedo o diagnóstico, mais qualidade de vida se dá à criança e futuro adulto através de tratamento.

Essa é uma responsabilidade muito grande para os pais, que precisam estar atentos ao comportamento e desenvolvimento do filho e ainda contar com um profissional que lhes de segurança em um possível diagnóstico. Continuar lendo

Dicas para aproveitar um dia de verão!

Os dias estão quentes, a grana tá curta e os filhos estão de férias, com um pique danado.

Uma alternativa é reservar um dia do final de semana para investir em uma programação diferente. Existem muitos parque aquáticos e hotéis que oferecem opções de lazer para gastar a energia dos pequenos, e divertir todo mundo.

 

83516-2Ecoland – Igrejinha

Tanto faz se o lazer para você é calmo ou agitado, se combina com amor, com filhos ou com amigos. No Ecoland sempre haverá uma ótima opção de entretenimento para tornar sua estada muito divertida.
Mas é a natureza que oferece o maior número de atividades de lazer: são caminhadas, trilhas, passeios a cavalo, jogos ao ar livre, pescaria, visita ao mini zoológico e muito mais.
Ingresso Day Use: R$42,00 por pessoa (Até 7 anos incompletos, crianças são isentas)

Continuar lendo

Como proteger seu filho do sol?

Oi gurias!

WP_20150110_17_42_47_ProComo vocês já devem ter visto, sou branca como a neve e desde criança as visitas à dermatologistas, uso de protetor solar e cuidados com o horário do sol foram uma constância na minha vida. Isso não me faz expert no assunto, apenas mais consciente.

 

Mas independente da cor da pele, a irradiação solar afeta a todos, e os pequenos então, MUITO! Melhor se proteger e proteger os filhotes.

Algumas dicas:

Continuar lendo

Chá da Olívia – Inspire-se

IMG_9214Sou do tipo que adora um  evento, adoro juntar as amigas, a família, gosto de  tudo junto e misturado. Então a dúvida de “fazer ou não fazer” o chá de bebê nunca foi uma questão, porque eu sabia que celebrar a chegada de um bebê tão amado com pessoas que amo muito, valeria todo esforço, trabalho e correria.

 

O tema já estava na minha cabeça, flores e jardim, tudo muito feminino, já que estou Continuar lendo

5 sinais de que você está pronta para maternidade

Tem mulher que nasceu para ser mãe, tem mulher que sempre quis ser, tem mulher que tem dúvidas se quer ou não filhos, tem mulher que já sabe que não quer desde sempre, tem mulher que é surpreendida pelo destino e se torna mãe sem ter pensado nisso e tem quem escolhe ser mãe por razões que não são reais.

“Ser mãe é padecer no paraíso”.  Quem já é mãe entende direitinho essa frase, tão batida e tão clichê. Se tem coisas muito boas nessa jornada e tem que se abrir mão de outras tantas que davam prazer. É para sempre, é uma responsabilidade imensa. Portanto, quem tem tempo para pensar, refletir e contabilizar a idéia de engravidar, pensa muito, mas muuuito.

Agora que eu sou mãe, minha miopia de mulher que Continuar lendo

3 Maneiras de Lidar com os Pitacos na Maternidade

Quando pensamos na maternidade, quando começamos a sonhar em ser mãe, pensamos em um mundo cheio de amor, passarinhos cantando, sol brilhando, bebê sorrindo e todos em volta admirando o fato de você ser mãe!

Só que a realidade não é bem assim. Grávida, você já carrega a responsabilidade de fazer tudo 100% certo pensando exclusivamente de forma altruísta no bem do seu bebê. Vão te dar 1 milhão e 359 mil conselhos diferentes,  Continuar lendo

Fã do Sling

Como a maioria das mães de primeira viagem, muitas coisas eu não sabia e nem conhecia antes da chegada do Fernando, as necessidades iam surgindo, e eu ia correndo atrás de solução.

Pois bem, ele passou bastante tempo no meu colo, muito tempo mesmo, por cólica, atenção,  amamentação, ou só pra eu sentir o cheirinho mesmo (coisa boa né), mas eu que não tinha (e não tenho) uma pessoa para ajudar nas atividades do lar (exceto o marido quando chega do trabalho),  e aí comecei a sentir falta dos braços e mãos livres.

Claro que a gente ganha diploma de contorcionista nessa primeira fase. Atire a primeira pedra quem nunca pegou um objeto do chão com o pé, ou até varreu com uma mão só? Continuar lendo