Bebês X Gatos

Oi Gurias,

À pedidos vim escrever sobre meus filhos bichanos, Fredy e Igor, que estão conosco há quase 6 anos, e a vida com eles grávida, e mãe de dois.

Eu sempre tive bichos desde que me conheço por gente, gato, cachorro, coelho, periquito, tartaruga, hamster…enfim… Antes de casar, quando ainda morava com meu pai e meus irmãos, tinha o Will, um yorkshire da minha irma, eu achava ótimo ter o bichinho só pra dar carinho, e o trabalho pesado (vacinação, passeios e banhos), ser responsabilidade da mana, hehehhe.

Por que gatos?

180415_494263656794_4153737_nQuando eu e o Marcos casamos, ficamos cuidando da gatinha da minha cunhada por 2 semanas, e amamos, ai decidimos adotar um gato, ou melhor, 2, para que um fizesse companhia pra outro. Uma das questões que nos fez Continuar lendo

Quando os planos mudam

Sempre fui muito de fazer planos, de sonhar acordada com as mil possibilidades de coisas que poderia fazer na vida, onde poderia estudar, onde trabalharia, se me casaria, quantos filhos teria. Uma ansiedade doida de mulher, misturada com o constante desejo de escalada de uma capricorniana nata.

Os planos de curto e médio prazo sempre estavam estabelecidos na cabeça, os de longo prazo sempre deixei a cargo do destino, primeiro por não me considerar tão controladora, e segundo, se eu estava plantando, iria colher.

Em resumo, tive empregos muito bacanas já no início da carreira profissional, fiz viagens inesquecíveis, me casei cedo, esperei nos sentirmos prontos (difícil acreditar que nisso não fui ansiosa), e encomendamos um bebê.

A cegonha nos deu uma enrolada, e demorou mais de um ano pra dar o aviso de entrega. Continuar lendo