Divórcio com filhos, como lidar?

Vejo muito em grupos de mães, muitas questões sobre essse assunto, que sempre me chama atenção, pois sou filha de pais separados o que me fez muito empatica em relação atenção e avalanche de sentimentos que vivem os pequenos.

A psicologa Jacqueline Amorim, do blog Crescer Psicologia, e nossa colunista, fala um pouco desse assunto pra gente. Confere aqui:

Entre as muitas crises pessoais que um adulto pode passar na vida, o divórcio está entre as mais difíceis de serem enfrentadas. É mesmo muito doloroso. São inúmeras perdas significativas que o casal terá que se deparar, sendo um luto a ser elaborado. E é assim mesmo… Uma avalanche de emoções aparecerá, tornando cada dia um novo desafio a ser conquistado. É normal que nesse período surjam diversos sentimentos negativos, como raiva, frustração, mágoa, confusão, desprezo, desesperança, etc. Afinal, muitos sonhos foram interrompidos, não é mesmo?

No entanto, se a família possui filhos, é preciso respirar fundo e tentar deixar toda a mágoa de lado quando o assunto for o futuro dos pequenos. É mesmo muito difícil tomar decisões tão sérias, como a guarda dos filhos, quando se está tão abalado. Por isso, muita cautela nesse momento. Antes de resolver como será estipulada a guarda, as visitas, e a nova rotina da família, a primeira coisa a se fazer é ficar muito atento aos próprios sentimentos.

É isso mesmo. Antes de sair decidindo, é preciso parar e refletir. Isso porque, em meio a tanta dor, é muito fácil tomar atitudes impensadas, que em outros momentos jamais passaria pela cabeça.

Quando alguém sofre, Continuar lendo

A chegada de um irmãozinho – Dicas de adaptação

Quando me descobri grávida da Olívia, uma das primeiras preocupações foi como a vinda deste novo bebê afetaria o Fernando. Achava que a diferença de idade entre eles (1 ano e 10 meses) seria muito pequena, e o Fernando ainda dependeria muito de mim.IMG_0796

Enfim, o que não tem remédio, remediado está, então o que eu podia fazer era conversar com outras mães que tiveram essa diferença de idade entre os filhos e me encher de dicas para adaptação do Fernando com a irmã.

Antes do bebê nascer – 

  1. Converse bastante com seu filho, falando que tem um irmãozinho chegando, que vai ser um amigão, que está na barriga da mamãe. Dependendo da idade eles não tem muito entendimento, mas você de um jeito carinhoso vai introduzindo o assunto.
  2. Quando assistir filmes e desenhos infantis com ele, enfatize a relação dos personagens que tem irmãos. Livros sobre a chegada de um irmão também ajudam, tudo que familiarize o primogênito com esse novo mundo é bem vindo.
  3. Mostre e envolva o pequeno na preparação das coisas para chegada do irmão mais novo, seja as roupas, o quarto, a decoração. Dependendo da idade, a criança já pode até ajudar em algumas coisas e vai se sentir parte do projeto “família aumentando”
  4. Providencie um presente para que o irmão caçula “traga” para o irmão mais velho. Aqui em casa foram os bonecos do Backyardgans que o Fernando é apaixonado.

Continuar lendo

Desenvolvimento do Fernando – Primeiros 2 anos

Oi Gurias,

Então, eu comecei o blog quando o Fernando tinha 1 ano, portanto não fiz o acompanhamento mês a mês dele por aqui.  Porém no último dia 24 de Maio, meu pitoco comemorou 2 aninhos, e aí decidi fazer um post de como ele se desenvolveu até aqui 🙂

DSC_0133NASCIMENTO:

Fernando nasceu de parto cesárea, nas 39 semanas e 6 dias, depois de 12 horas de bolsa rota, e sem o parto engrenar. Como sempre falo, por falta de informação e incentivo acabei optando pela cesárea. Ele nasceu super saudável:

Hora do nascimento:11h09 da manhã.
APGAR 9/9
PESO: 3,790Kg
COMPRIMENTO:51,5cm
PERÍMETRO CEFÁLICO: 37cm

CRESCIMENTO: Continuar lendo

Desenvolvimento da Olívia – 2º Mês

Oi gurias, demorou mas saiu,

Olívia completou 60 dias dia 8 de Maio.

No dia 13, estivemos na Tia Dê, nossa querida pediatra, e estávamos com as seguintes medidas:

Peso: 5,200 kg
Comprimento: 57,5cm
perímetro cefálico: 39,5cm Continuar lendo

Desenvolvimento da Olívia – 1º Mês

O primeiro mês de um bebê é cheio de descobertas e mudanças. Peso, comportamento, apetite, tudo vai se alterando, como uma forma de adaptação ao mundo fora do útero.

Nossa Olívia chegou ao mundo de parto normal, de exatas 40 semanas, com as seguintes medidas:

Data 8/3/2016
Peso: 3.990kg
Comprimento: 50,5cm

O Apgar do 1º minuto foi 9, e do 5º minuto 10.

danibat03970

Foto Danibat

Ela passou as primeiras 72 horas na incubadora recebendo soro glicosado por conta da hipoglicemia. Nem chegou a ficar no quarto comigo, mas eu ia lá toda hora, amamentar e lamber a cria. Ela já mostrava que era calma, gostava de dormir com os bracinhos para cima, bem espalhada e na hora da fome, botava a boca no trombone. Sempre num intervalo aproximado de 3 horas.

Recebeu alta dia 11/03 com 3.880kg

As nossas primeiras 2 noites foram um pouco complicadas, Continuar lendo

Sinais de Autismo em Bebês

Oi Gurias,

Hoje o assunto é sério, no último sábado foi o Dia de Conscientização do Autismo. Atualmente se fala do Transtorno do Espectro Autista (TEA), que engloba diferentes síndromes marcadas por perturbações do desenvolvimento neurológico.As principais características do TEA são distúrbios de comunicação, interação social e comportamental.

bancodasaude.com

Fonte: bancodasaude.com

Nos artigos encontrados sobre o assunto, uma opinião é unânime: quanto mais cedo o diagnóstico, mais qualidade de vida se dá à criança e futuro adulto através de tratamento.

Essa é uma responsabilidade muito grande para os pais, que precisam estar atentos ao comportamento e desenvolvimento do filho e ainda contar com um profissional que lhes de segurança em um possível diagnóstico. Continuar lendo

Com que idade seu filho já tem autoestima definida?

Oie gurias,

Se tem um assunto que me deixa super interessada e preocupada em relação ao desenvolvimento do Fernando é a autoestima. Acredito profundamente que o modo como ele se sente com ele mesmo, afetará nas possibilidades que ele terá na vida, em como lidará com críticas e frustrações e como se comportará em seus relacionamentos.

Imagem Pinterest

Imagem Pinterest

Quando somos confiantes em nós mesmos, não temos medo de dizer NÃO, não temos medo de fazer os outros felizes, não temos problemas em perder ou ganhar.

Um novo estudo da Universidade de Washington, identificou que aos 5 anos de idade, uma criança pode ter a mesma força de autoestima que um adulto. O estudo ainda está no início, tem uma questão importante a responder: Como os pais podem ajudar ou interferir na formação da autoestima antes de entrar na escola?

E também traz um tópico questionável e polêmico quanto a relação de autoestima e identidade de gênero.

Leia na integra o artigo:

[…] Autoestima tende a permanecer relativamente estável ao longo de sua existência, o estudo sugere que este importante traço de personalidade já está Continuar lendo

As crianças podem lembrar amanhã o que elas esqueceram hoje

Esses dias uma amiga me contou assustada que foi no shopping com o filho, fez um lanche, e ao sair dali o filho de 5 anos não lembrava o que tinha comido. Isso é normal?

Um novo estudo da Universidade do Estado de Ohio, Estados Unidos, comprovou que as crianças as crianças podem lembrar de coisas que aconteceram, ou que foram informadas, muito tempo depois. Confere na integra a matéria:

‘Recordação atrasada’: As crianças podem lembrar amanhã o que elas esqueceram hoje

Para os adultos, as memórias tendem a desaparecer com o tempo. Mas um novo estudo mostrou que há circunstâncias em que o oposto é verdadeiro para crianças pequenas: elas podem se lembrar melhor dias mais tarde de uma informação, do que no primeiro dia em Continuar lendo